Cinema americano gera polêmica ao dizer que não iria exibir cena de beijo lésbico em Lightyear

O cinema disse que faria o possível para a avançar a cena para que público não visse o beijo gay

publicidade

De acordo com o site Variety, o 89er Theatre em Kingfisher, Oklahoma, foi criticado depois de publicar um aviso sobre um breve beijo gay no filme animado Lightyear da Pixar.

Uma placa foi colocada na janela do cinema durante o fim de semana de estreia do filme alertando os espectadores sobre o beijo gay e alegando que o cinema “faria tudo o que pudermos para avançar” pela cena.“Atenção, pais: a administração deste cinema descobriu depois de reservar Lightyear que há uma cena de beijo entre pessoas do mesmo sexo nos primeiros 30 minutos do filme da Pixar. Faremos tudo o que pudermos para avançar nessa cena, mas pode não ser exato”.

publicidade

Foi relatado que logo depois que a placa foi removida na tarde de segunda-feira. Uma moradora local, Patricia Kasbek, disse à NBC News que primeiro pensou que o aviso era uma piada. Kasbek então deixou uma reclamação com o cinema depois de descobrir que o aviso era real.

“Eu disse a eles que era completamente insultante para eles censurar um beijo do mesmo sexo quando eles nunca fizeram isso com um beijo do sexo oposto. Eu nunca verei um filme neste cinema enquanto estiver sob essa propriedade”, disse Kasbek, chamando o aviso de “cruel” e “intolerante”.

Cena de Lighytear (Reprodução / Disney)
Cena de Lighytear (Reprodução / Disney)

Alex Wade, vice-diretor da organização de defesa LGBTQ Oklahomans for Equality, também criticou o cinema em um comunicado compartilhado pela NBC News.

publicidade

“Não estou chocado em ver algo assim acontecendo no meu estado, mas parte meu coração que os jovens LGBTQ+ de Oklahoma são levados a sentir que algo está errado com eles. É por isso que desenvolvemos capítulos na zona rural de Oklahoma para mostrar a todos que há pessoas ao seu lado”.

“Quando casais do mesmo sexo mostram afeto, mesmo o mais casto dos beijos, é sexualizado e tratado como se fosse explícito. Se este fosse um casal heterossexual, o cinema nunca pensaria em ignorá-lo, porque os casais heterossexuais têm a graça de serem íntimos sem serem envergonhados”.

Lightyear tem direção de Angus MacLane, na trama Buzz se une a um grupo para impedir que Zurg domine a galáxia. O longa metragem animado está exibição nos cinemas brasileiros.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›