Chicago Med: Showrunner comenta beijo entre Natalie e Crockett em novo episódio

Chicago Med: Reprodução

Natalie e Crockett conseguiram, finalmente, dar um pequeno, mas significativo passo em seu relacionamento no episódio que foi exibido na última quarta-feira (13).

No final do plantão, Natalie se juntou ao colega de trabalho no terraço do hospital e eles conversaram.

“Diga-me uma coisa: por que você faz isso… Os casos de uma noite?” Natalie perguntou.”

Ao notar que ele não respondeu imediatamente, ela conseguiu perceber que ele terminou sozinho em todos. Assim, enquanto Crockett continuava em silêncio, Natalie acrescentou:

“Ou talvez seja esse o ponto.”

Ela então colocou sua mão no ombro de Crockett, lhe deu beijo leve e significativo nas costas e depois se afastou.

Como o público torce pelo casal e está curioso para saber o que vai acontecer, os produtores Diane Frolov e Andrew Schneider comentaram sobre o momento não sexual, porém íntimo e como o casal irá responder a isso posteriormente.

Perguntada sobre o significado da cena para os casal e o que foi que motivou Natalie a levar a situação para algo tão íntimo, Diane respondeu:

“Bem, algumas coisas: a percepção dela de como o cara é solitário, e um pouco dessa percepção veio da outra história, quando ela está falando com a mulher da telemedicina. Então ela capta esse desejo e vê isso em Crockett, e [entende que] dessa forma que ele mantém as pessoas distantes dele. Seu gesto é dizer: ‘Eu realmente me importo com você’.”

Andrew Schneider acrescentou:

“E ela é a única pessoa na emergência que sabe que ele perdeu um filho. Então ela sabe que esse cara não é apenas um cara fácil, alegre e sexy. Ele tem um lado muito profundo e há um poço de dor.”

Sobre o beijo que a personagem dá nas costas do companheiro, Schneider comentou:

“Queríamos que fosse íntimo, mas não sexual. E achamos que foi muito bem realizado. É carinhoso.”

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›