Chefe da Sony descarta cancelamento de Will Smith, e dá notícia sobre Bad Boys 4

Tom Rothman foi questionado sobre paralisação do filme após tapa de Will em Chris Rock

publicidade

Depois que deu o famigerado tapa na cara de Chris Rock no Oscar 2022, Will Smith tem perdido vários papéis, em teoria. O Presidente da Sony negou que o filme Bad Boys 4 esteja paralisado por conta disso.

No início desse mês, notícias surgiram sobre o ator ter recebido apenas 40 páginas de um roteiro, e nunca mais ter recebido o restando devido à repercussão negativa de sua atitude junto à indústria.

publicidade

Agora, o chefe da Sony, Tom Rothman foi questionado sobre isso durante uma entrevista, e afirmou que o filme sequer está na geladeira como havia sido veiculado.

“Isso é totalmente impreciso. Esse filme não está parado, o status era ’em desenvolvimento’ e ainda está. Não havia freios para apertar quanto a isso, porque o carro não estava se movendo”, disparou ao Deadline.

“Isso [o tapa] foi uma coisa muito infeliz que aconteceu, e eu não acho que seja realmente meu lugar para comentar, exceto dizer que eu conheço Will Smith há muitos anos e sei que ele é uma boa pessoa”, completou Tim.

A franquia Bad Boys existe desde os anos 1990, e o terceiro filme Bad Boys Para Sempre foi lançado em janeiro de 2020, logo antes de todo o mundo fechar seus cinemas por conta da pandemia. Na ocasião, o sucesso foi tanto que logo na estreia, o estúdio confirmou um quarto filme, este que ainda não saiu o papel. Tom continuou falando sobre Will:

publicidade

“Esse foi um exemplo de uma pessoa muito boa passando por um momento muito ruim, na frente do mundo. Acredito que seu pedido de desculpas e arrependimento são genuínos, e acredito em perdão e redenção”.

Bad Boys e a obrigação de ficar sem camisa em cena

Uma história curiosa sobre Bad Boys, é que no primeiro filme, o diretor Michael Bay obrigou Will Smith a aparecer com a camisa aberta no longa por várias cenas, inclusive algumas que ele tinha que correr e mostrar o peitoral.

publicidade

O astro de Um Maluco no Pedaço (que ainda gravava a série), ficou sem jeito com aquilo, e não aceitou de primeira ter que correr daquele jeito, acreditando que seu físico não estava bom o suficiente para aparecer assim nas telonas.

Em seu livro de memórias chamado Will, o ator diz que hoje entende que foi esse um dos motivos de ter sua carreira impulsionada na época.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›