Charlie Cox promove Demolidor em novo video para o Disney+

Protagonista introduziu a série para assinantes do Disney+ que ainda não a conhecem.

publicidade

Charlie Cox apareceu em um novo vídeo promovendo a chegada de Demolidor em sua nova casa, o Disney+.

O ator protagonizou a série, que foi produzida pela Marvel para a Netflix e mudou de plataforma há cerca de dois meses.

publicidade

A nova promo foi publicada no fórum de fãs Reddit pelo usuário /inactionstations, onde Charlie dá uma pequena sinopse do que os fãs podem esperar da atração. Ele também explicou sobre como ele acha que Demolidor se destaca das demais séries da Marvel. Confira a seguir:

“O Demolidor da Marvel é um drama de crime que conta a história de um advogado cego de dia, super-heroi à noite que tenta ajudar as pessoas usando a lei e técnicas de justiceiro, e ainda assim entra em conflito com a moralidade de suas atitudes. Para mim, Demolidor representa a ideia de que às vezes pequenas ações de bondade ou ajuda podem fazer uma grande diferença e estimular a mudança com o passar do tempo. As pessoas amam super-herois e o que faz Demolidor especial é que essa personagem tem de sacrificar muita coisa para poder fazer um impacto e eu acho que os espectadores se identificam com o quão difícil é fazer certas escolhas na vida às vezes.”

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Série entrará para o Disney+ do mundo inteiro ainda este ano

publicidade
Matt Murdock (Charlie Cox) em Demolidor (Reprodução / Netflix)
Matt Murdock (Charlie Cox) em Demolidor (Reprodução / Netflix)

Assim como Demolidor, suas companheiras da Netflix foram todas retiradas do catálogo do streaming no fim de fevereiro deste ano. O motivo para a saída das atrações era a estratégia da Disney de centralizar todos os seus produtos da Marvel em um mesmo lugar.

publicidade

Começando em 16 de março, Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage, Punho de Ferro, O Justiceiro e Os Defensores começam a entrar no streaming da Disney em algumas partes do mundo.

A partir desta data, os programas foram disponibilizados nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Irlanda, Austrália e Nova Zelândia. De acordo com informações dos executivos da Disney Streaming, a plataforma planeja ir liberando as atrações no resto dos países do mundo aos poucos até o fim do ano.

Por enquanto, ainda não há informações oficiais quando a série será incluída no catálogo brasileiro.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›