China censura Demon Slayer e obriga anime a mudar personagens

Suma, Hinatsuru e Makio tiveram que usar roupas um tanto diferentes ao estilo apresentado no original

publicidade

Alguns dos destaques da segunda temporada de Demon Slayer foram as três esposas de Tengen Uzui, que ajudaram a mostrar que o Hashira do Som é muito mais do que aparenta ser.

No entanto, parece que o trio foi censurado na China, mais especificamente com relação aos trajes que Suma, Makio e Hinatsuru usam. Segundo o CB, a informação da censura aconteceu através deu um perfil no Twitter sobre notícias de animes.

publicidade

O perfil Shonenleaks compartilhou uma imagem que faz um comparativo entre a cena original e a versão que foi para a China, em que as três esposas aparecem com roupas que cobrem o corpo.

Suma, Hinatsuru e Makio foram as primeiras a chegar no Distrito do Entretenimento para procurar pistas de Onis matando pessoas no local. Com as três sendo sequestradas pela Oni Daki, logo em seguida Tegen, Tanjiro, Zenitsu e Inosuke apareceram para finalizar a missão.

Terceira temporada

Logo após o final da segunda temporada, a Ufotable confirmou que Demon Slayer retornará para uma terceira temporada, que deve adaptar a história Swordsmith Village Arc, um arco importante da série criada por Koyoharu Gotouge.

Embora o mangá já tenha completado a história de Demon Slayer em 2020, ainda há muito material para o anime se adaptar da jornada de Tanjiro.

publicidade

No Brasil, o anime Demon Slayer pode ser assistido na Crunchyroll, Funimation e Netflix.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›