Bill Murray dá declaração pela primeira vez após filme ser paralisado por seu comportamento: “tentando fazer as pazes”

Filme estava em fase final das gravações e com estreia prevista para 2023

publicidade

A produção do filme Being Mortal precisou ser interrompida depois de algumas polêmicas envolvendo o ator Bill Murray, que foi acusado de mal comportamento.

Segundo a revista Variety, o estúdio Searchlight Pictures suspendeu a produção do filme que foi escrito e dirigido pelo comediante Aziz Anzari, que além de Murray, teve como protagonistas Seth Rogan e Keke Palmer.

publicidade

Por meio de uma carta, toda a equipe do longa-metragem foi avisada sobre o caso. As filmagens estavam quase concluídas e o lançamento era esperado para 2023. Entretanto, ainda não se sabe se o filme ainda estreará na mesma data e se a ator de 71 anos será substituído.

Segundo o astro, ele fez algo que achou engraçado, mas depois viu que não foi e que a “diferença de opinião” que teve com uma mulher que fez a denúncia contra o ator.

Em entrevista à CNBC, Murray disse que tinha uma “diferença de opinião” com uma mulher com quem estava trabalhando no filme, mas não deu o nome dela nem deu detalhes sobre o que aconteceu.

“A partir de agora estamos conversando e tentando fazer as pazes um com o outro. Nós dois somos profissionais, gostamos do trabalho um do outro, gostamos um do outro, eu acho, e se não podemos nos dar bem e confiar um no outro, não faz sentido continuar trabalhando juntos ou fazer o filme também. Tem sido uma aprendizado e tanto para mim”, declarou Murray.

publicidade
Bill Murray e Richard Dreyfuss em cena de Nosso Querido Bob (Reprodução/Youtube)

Bill Murray declara que quer voltar ao elenco, caso a pessoa que fez a denúncia se sinta confortável em trabalhar com ele

O ator já deixou claro o seu interesse em concluir as filmagens de Being Mortal: “Vamos fazer as pazes. O que me faria mais feliz seria colocar minhas botas e nós dois voltarmos ao trabalho e podermos confiar um no outro”, declarou o ator.

publicidade

Essa não é a primeira vez que o ator foi acusado por má conduta. Em outra produção, Lucy Liu contou que o ator  também a agrediu nos bastidores de As Panteras. 

Sobre o comportamento de Murray no filme Being Mortal, uma fonte declarou ao Page Six:

“Ele estava sempre tocando, usando as mãos, em nenhuma parte íntima, mas sempre com os braços em volta de alguma mulher, tocando e puxando cabelos, sempre em tom de brincadeira. É uma linha muito tênue e todo mundo ama o Bill, mas apesar da conduta dele não ser ilegal, algumas mulheres da produção se sentiram desconfortáveis e acham que ele cruzou essa linha”, concluiu.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›