Better Call Saul quase foi cancelada após ataque cardíaco de ator

Cineasta contou que o incidente quase fatal fez ele ver as coisas sob uma perspectiva diferente

publicidade

Prestes a estrear os episódios finais de sua 6ª e última temporada, Better Call Saul poderia não ter chegado tão longe, segundo revelou seu criador Peter Gould, que admitiu que quase cancelou a série após seu protagonista, Bob Odenkirk sofrer um ataque cardíaco no set.

O cineasta, que criou a série em parceria com Vince Gilligan, desabafou, em entrevista com a revista The Hollywood Reporter, sobre como o incidente quase fatal que acometeu seu astro, colocou as coisas sob uma perspectiva diferente para ele e os demais membros da equipe e do elenco

“Não há plano B para o seu protagonista [ter] um ataque cardíaco. Isso é impossível. Lembra você que, por mais preocupado é importante que o entretenimento pareça – e todos nós sentimos que é vida ou morte enquanto trabalhamos nesses programas, eu sempre sinto que estou à beira de ser esmagado por uma pedra. – não é. É uma peça de entretenimento”, ele explicou.

publicidade

Ele destacou que se Odenkirk não tivesse conseguido se recuperar totalmente ou até se tivesse vindo a falecer, ele não teria como salvar o programa e teria o cancelado certamente.

“Quando alguém que você gosta desaba assim na frente de todos, isso muda tudo. O milagre foi que Bob voltou depois de cinco semanas. E ele era exatamente o mesmo cara – talvez até com uns fios de cabelo a mais – mas podia não ter voltado (sem plano B). Nós não teríamos um programa. Nós teríamos descartado a coisa toda”, ele afirmou.

Bob Odenkirk em Better Call Saul
Bob Odenkirk em Better Call Saul (Divulgação)

Gould contou que no período em que as filmagens foram suspensas todos no set tiveram acesso a aconselhamento profissional para ajudar a processar o acontecimento traumatizante de ver um colega quase morrer diante seus olhos.

Ele também relembrou como ele sentiu medo de que voltasse a acontecer se ele forçasse um pouco seu protagonista quando ele voltou ao trabalho, por mais bem disposto que ele se mostrasse e afirmasse se sentir.

publicidade

“Quando descobrimos que ele voltaria, não sabíamos como seria. Eu não estava lá quando ele teve o ataque cardíaco, mas eu estava lá no primeiro dia de volta. Havia uma alta emocional de vê-lo novamente”.

“Mas também, houve esse nervosismo: ‘Vamos ter que ter cuidado de empurrá-lo com muita força?’ Bob estava pronto para ir. Na verdade, quando ele ainda estava no hospital, ele estava me ligando e dizendo: ‘Talvez você devesse me enviar alguns roteiros.’ Naomi, sua esposa, estava no fundo dizendo: ‘Não envie roteiros’”, ele recordou.

A segunda metade da 6ª e última temporada de Better Call Saul chega à Netflix em 11 de julho.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›