Benedict Cumberbatch insinua cansaço e pausa na carreira após Doutor Estranho 2

O astro disse que em breve poderia se tornar uma variante sua menos ocupada

publicidade

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura chegou aos cinemas nesta quinta-feira (05), trazendo mais uma vez Benedict Cumberbatch como o poderosos feiticeiro Stephen Strange, e é bom os fãs aproveitarem, pois o astro insinuou estar cansado e com ideias de dar uma tempo em sua carreira.

Concluindo sua turnê promocional do filme, o ator deu uma de suas últimas entrevistas para o site americano IGN, onde ele pareceu demonstrar estar consumido por seu atual trabalho e quando indagado sobre o que uma variante sua estaria fazendo, sugeriu pretender fazer uma pausa.

“Ele fica muito multiversal na vida real também. Eu acho que (uma variante minha em uma realidade alternativa) seria menos ocupado, talvez. Eu posso ser essa variante muito em breve, o que é bom, dando um tempo de pausa”, ele disse.

publicidade

Apesar de parecer estar precisando de umas longas férias imediatamente, Cumberbatch não deve fazer sua pausa tão cedo, já que ele está envolvido em diversos outros projetos, como: The Wonderful Story of Henry Sugar, The 39 Steps, Morning e Rogue Male.

Stephen Strange (Benedict Cumberbatch) em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura
Stephen Strange (Benedict Cumberbatch) em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura (Reprodução/ YouTube)

Muito trabalho

Embora a recente declaração do astro sugerir que ele possa estar cansado, provavelmente é apenas um resultado de muito trabalho e turnês promocionais, que não são uma exclusividade de Doutor Estranho.

Somente do ano passado para cá, o ator protagonizou A Vida Eletrizante de Louis Wain e Ataque dos Cães, pelo qual ele foi indicado ao Oscar, além de ser coadjuvante em O Mauritano e Homem-Aranha: Sem Volta para Casa.

E segundo uma declaração de Cumberbatch ao site americano Collider, sua mais recente experiência na pele de Doutor Estranho foi bastante produtiva, já que ele a definiu como uma autoterapia estranha e espetacular e admitiu ter se divertido interpretando diferentes versões do personagem.

“É muito divertido mudar o visual, mudar a atitude ou os maneirismos ou as habilidades, e mostrar que ele é o mesmo, mas diferente. É um bom equilíbrio. Nós empurramos em alguns níveis, e menos em outros. Há a habilidade de refinamento que Sam (Rami) tem, para manter toda essa complexidade e eu só queria aproveitar o máximo de oportunidades possível. Foi uma maravilhosa porta de entrada para fazer isso”, ele garantiu.

publicidade

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura já está disponível em salas de cinema de todo país.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›