Com mais de 20 anos de carreira, ator explica por que Marvel mudou sua trajetória

Benedict Cumberbatch admitiu que o personagem do MCU lhe oportunizou realizar trabalhos que não conseguia antes

publicidade

Com uma carreira de mais de 20 anos, Benedict Cumberbatch já deu vida a diferentes tipos de personagens no teatro, televisão e cinema, mas segundo uma recente afirmação do ator, interpretar o Doutor Estranho realmente definiu sua carreira.

O ator que vai fazer sua sexta aparição como Stephen Strange em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, admitiu ao site Collider que o personagem do Universo Cinematográfico Marvel se tornou um marco em sua carreira, oportunizando que ele pudesse realizar trabalhos que não conseguia antes.

“Sim, definitivamente (Doutor Estranho definiu minha carreira). É um dos maiores, e me deu escopo e liberdade para apoiar e nutrir e financiar uma feira menor com histórias delicadas e difíceis, e questões que de outra forma eu não teria sido capaz de iluminar, seja como produtor ou como ator. Sou incrivelmente grato por essa oportunidade, muito mais ainda por esse personagem ricamente complexo, muito gratificante e divertido de interpretar. Adoro ser o Doutor Estranho”, ele afirmou.

publicidade

Ele acrescentou que os filmes do MCU são uma grande parte de seu carreira, que dá muito mais trabalho do que outros projetos, mas que lhe dá muitas oportunidades boas.

“Estou em uma jornada, e isso é uma grande parte dela. Eu sempre tento refrescar as coisas e buscar diferentes desafios e trabalhar com pessoas diferentes, e este trabalho não é exceção a isso. Embora haja certos mandatos para fazer um filme nesta escala, é mais uma maratona do que uma imersão completa por um curto período de tempo em um personagem”, ele explicou.

Cena de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura (Reprodução / Marvel)
Cena de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura (Reprodução / Marvel)

O astro fez questão de destacar o quanto ele se diverte e aprende atuando como o poderoso feiticeiro da Marvel.

publicidade

“É incrivelmente satisfatório, o nível de inventividade e alegria infantil de brincar e fingir que o que está aqui é totalmente diferente do que está lá ou não está lá no mundo da tela azul ou verde dele. É um músculo fantástico para se exercitar novamente, para criar autenticidade a partir de literalmente nada”, ele garantiu.

Ele finalizou ressaltando o que ele chamou de alegrias desconhecidas do set de filmagens.

publicidade

“Ao mesmo tempo, eu também recebo os ambientes mais fenomenais, viáveis e do mundo real, seja o belo Sanctum Sanctorum, seja a quatro quarteirões da cidade de Nova York que Charlie Wood, o brilhante designer de produção neste e no primeiro filme, nos permite ser capazes de filmar e trabalhar com, essa é a alegria desconhecida desses filmes. Nem tudo são pequenos pontos laranjas em uma parede verde, mas eu gosto disso também”, ele assegurou.

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura estreia nesta quinta-feira, 5 de maio.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›