Atriz quer distância de personagens reais após experiência com Pamela Anderson

publicidade

Lily James amou a experiência de interpretar Pamela Anderson nas telas em Pam & Tommy, e abriu o jogo sobre viver outras personalidades como ela.

Em conversa com o E! Red Carpet & Award Shows, Lily compartilhou a satisfação em ter tido a oportunidade de levar a história de Pamela para as telinhas, porém ela admitiu que não tem interesse em fazer isso novamente:

publicidade

“Não, não, nada de ícones. Mas foi uma experiência incrível. Foi um desafio louco e enorme, e Pamela é simplesmente incrível. Mas não, já chega. Isso já foi o suficiente.”

A atriz protagonizou a série do Star+ ao lado de Sebastian Stan, que contou a história do escândalo do vazamento da sex tape entre a atriz e modelo e seu marido na época Tommy Lee, baterista do Mötley Crüe.

Lily também contou uma de suas partes favoritas de ter participado da série: recriar Barb Wire – A Justiceira, o infame filme da estrela que foi completamente detonado pela crítica na época.

Apesar disso, era um grande sonho para Pam, o que fez com que o momento fosse especial para a atriz que encarnou a artista, assim como recriar cenas de S.O.S. Malibu, confessou:

publicidade

“Recriar Barb Wire – A Justiceira foi sensacional. A gente fez aquele pedaço com Lake Bell, que foi uma das diretoras. Ela é tão legal. Foi muito, muito energético e tudo foi simplesmente, completamente doido. Muito, muito surreal. E S.O.S. Malibu foi, quer dizer, foi algo maravilhoso. Uma quantidade enorme, obviamente, de pressão e de responsabilidade, mas foi algo bem surreal de verdade e realmente algo que me empolgou muito.”

Objetivo de série era expor a cultura de obsessão por celebridades, diz atriz

Pam & Tommy (Reprodução)
Pam & Tommy (Reprodução)
publicidade

A série foi muito criticada por colocar de volta aos holofotes um dos piores momentos de Pamela, porém segundo Lily, o objetivo da atração é exatamente esse: deixar as pessoas desconfortáveis com a vida privada de um artista sendo exposta dessa maneira.

Em entrevista para o Collider, a atriz revelou que a série queria mostrar como a obsessão pela vida privada de celebridades pode levar a consequências que deixarão marcas nos artistas pelo resto de suas vidas:

“Queríamos olhar para isso com sinceridade e olhar para as consequências e explorar o que isso significa, como mulher, o que significava experimentar isso, e honestamente, olhar para nossa própria culpa e nosso próprio comportamento em perpetuar essa cultura de obsessão e privacidade sendo violada e negatividade. Acho que o show é, às vezes, desconfortável para o público. Se eles realmente se envolverem com ele nesse nível, é isso que o show quer.”

publicidade

Pam & Tommy está disponível na íntegra para assistir no Star+.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›