Atriz de Legalmente Loira foi perseguida por madrasta e quase foi demitida de filme

Ela fez de tudo para que a atriz perdesse importantes papéis em Hollywood

publicidade

A atriz Selma Blair, de 49 anos, fez uma revelação surpreendente sobre uma história bizarra que precisou enfrentar. Ela conta que a ex-madrasta, que namorou com o pai, já falecido, fez de tudo para acabar com sua carreira.

Digna de uma bruxa das histórias em quadrinhos, a mulher chegou a enviar várias correspondências para o trabalho da estrela de forma anônima. Ela afirmava que Selma estava envolvida com drogas e apresentava comportamento agressivo.

publicidade

Muitas pessoas acreditaram nas acusações na época, e vários trabalhos foram negados para a profissional por causa disso.

A história, foi contada em sua biografia Mean Baby: A Memoir of Growing Up, em que ela detalha o tempo em que esteve internada em uma clínica de reabilitação, aos 22 anos.

Selma Blair e Sarah Michelle Gellar em cena de Segundas Intenções (Reprodução)
Selma Blair e Sarah Michelle Gellar em cena de Segundas Intenções (Reprodução/Youtube)

Supostamente, ela teve que ficar lá para usar uma droga que iria interromper o impulso para consumir álcool, e chegou a agredir uma enfermeira em um ataque de fúria.

publicidade

‘’Os médicos interromperam o Trexan. E, puf, eu estava normal. A raiva desapareceu. O que eu não sabia na época era que meu pai havia testemunhado todo esse episódio. Ele veio me visitar e ficou observando a cena se desenrolar. Mais tarde, ele usaria esse episódio contra mim’’, revelou.

O pesadelo começou quando ela foi trabalhar

Ao sair da clínica e retomar a carreira, ela foi escalada para participar do filme Atraindo Gina, em 1998. Foi quando as cartas começaram a surgir.

publicidade

‘’Vinte cartas por dia chegavam via FedEx no escritório de produção de Atraindo Gina, todas escritas por um remetente misterioso. Elas continham informações falsas sobre mim e minha ‘violência e vício’”, falou.

Os envios continuaram por mais 18 meses, fazendo com ela perdesse futuras oportunidades que já tinha sido convidada.

Foi depois que um detetive da agência de talentos entrou na história, que ela descobriu o que estava acontecendo.

publicidade

‘’Ele disse que as cartas estavam sendo enviadas do prédio de escritórios do meu pai em Detroit. E me deu uma descrição do remetente, que por acaso combinava com a namorada do meu pai na época’’, disse.

Ela então planejou uma armadilha, e contou a três pessoas uma história diferente sobre um teste, ao namorado, disse que seria com Alyssa Milano, ao amigo, Alicia Silverstone e para o pai, Drew Barrymore.

Um tempo depois, várias cartas surgiram na Universal Studios, pedindo que eles ficassem atentos, já que ela era perigosa e odiava Barrymore.

publicidade

Após o incidente, ela ficou 12 anos sem falar com o pai, que faleceu em 2012.

Selma Blair e Reese Witherspoon em Legalmente Loira (Reprodução)
Selma Blair e Reese Witherspoon em Legalmente Loira (Reprodução/Globoplay)

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›