Atriz choca ao revelar bebedeira aos 6 anos de idade

Selma Blair ainda diz em seu livros de memórias, que o alcoolismo fez com que ela fosse estuprada

publicidade

A atriz Selma Blair, estrela de Segundas Intenções, afirmou que sua dependência de álcool começou na infância, em uma tentativa de suprimir traumas pessoais.

Em seu mais novo livro de memórias, intitulado Mean Baby, ela contou que ficou bêbada pela primeira vez quando tinha apenas 7 anos de idade.

publicidade

A atriz recorria à bebida como uma estratégia de enfrentamento para suas dores, mas isso acabou se tornando um problema.

“Parece realmente um grande conforto, um grande alívio no começo. Talvez até nos primeiros anos para mim, porque eu comecei muito jovem com isso como um conforto, como meu mecanismo de enfrentamento.”, disse ela.

“Sempre gostei da Páscoa. Enquanto tomava pequenos goles do [vinho] Manischewitz, durante todo o sêder (jantar cerimonial da páscoa judaica), uma luz me inundou, enchendo-me com o calor de Deus”, falou ela.

“Mas no ano em que eu tinha sete anos, quando basicamente tínhamos Manischewitz na torneira e ninguém estava prestando atenção ao meu nível de consumo, juntei tudo: o sentimento não era Deus, mas fermentação.”

“Pensei: ‘Bem, isso é uma grande decepção, mas como posso obter o calor do Senhor de uma garrafa, graças a Deus há uma bem aqui’. Fiquei bêbada naquela noite. Muito bêbada. Eventualmente, fui colocada na cama da minha irmã Katie com ela. De manhã, não me lembrava de como tinha chegado lá.”, falou.

A atriz contou que, quando começou a beber álcool, ela não ficava bêbada, e começou a consumir em goles rápidos sem que ficava ansiosa.

“Normalmente, eu mal ficava bêbada. Tornei-me experiente em esconder meu segredo”, conta a artista.

publicidade
Selma Blair em Mothers and Daughters (Reprodução)
Selma Blair em Mothers and Daughters (Reprodução)

Aos 20 anos, o alcoolismo piorou

Selma relata ter sido estuprada durante uma viagem de férias na faculdade, após ter passado o dia inteiro bebendo.

publicidade

“Não sei se os dois me estupraram. Um deles definitivamente fez”, lembra ela. “Fiquei [me sentindo] pequena e quieta e esperei que acabasse. Eu gostaria de poder dizer que o que aconteceu comigo naquela noite foi uma anomalia, mas não foi.”

“Fui estuprada várias vezes porque estava bêbada demais para dizer as palavras ‘Por favor, pare’.” Só que foi violento. Saí da situação calada e envergonhada.”

Atriz ficou sóbria em 2016

Depois de ter conseguido se livrar do álcool, em 2016, ela explica que decidiu contar sua história para poder ajudar outras pessoas que também enfrentam esse problema.

“Eu escrevi o livro para o meu filho [Arthur, 10 anos, com o ex Jason Bleick] e para as pessoas que tentam encontrar o buraco mais profundo para rastejar até que a dor passe”, disse ela à People.

publicidade

Atualmente, ela disse que está bem e se sente grata por ter conseguido chegar viva até o momento em que se encontra.

“Estou em um bom momento. Não posso acreditar que tudo isso aconteceu na minha vida, e ainda estou aqui e estou bem.”

Mean Baby chega às lojas em 17 de maio.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›