Ator de Ms. Marvel quase tomou lugar de Tom Holland como Homem-Aranha

Matt Lintz chegou perto de ficar com o aclamado papel no MCU.

publicidade

O ator Matt Lintz, que dá vida a Bruno na série Ms. Marvel, revelou que chegou muito perto de ser escolhido como o Homem-Aranha do Universo Cinematográfico da Marvel, no lugar de Tom Holland.

Segundo ele, chegou a ser o favorito, mas acabou perdendo o papel depois.

publicidade

“Eu estava no topo da lista para ser o Homem-Aranha, que eventualmente foi para esse cara, Tom Holland. Não sei se você sabe quem ele é! Tom é uma pessoa incrível, e um ator muito talentoso. Sinto que a vida deu um ciclo completo.”, afirmou Lintz ao Insider.

Vale lembrar que o papel já havia sido confirmado para Asa Butterfield (que protagoniza Sex Education), mas ele acabou sendo demitido depois que comentou o assunto sem autorização no Reddit.

Henry (Matt Lintz) em The Walking Dead (Reprodução)
Henry (Matt Lintz) em The Walking Dead (Reprodução)

Homem-Aranha ganhará variante dinossauro nos quadrinhos

Foi divulgado que uma nova minissérie de quadrinhos, programada para estrear nos Estados Unidos ainda neste ano, e escrita por Karla Pacheco e Pere Perez mostrará uma variante dinossauro capaz de lançar teias assim como o Homem-Aranha.

publicidade

Com isso, a Marvel Comics está demonstrando seu interesse em continuar expandido o Aranhaverso. Ainda não se sabe se o personagem será visto nos cinemas, mas a minissérie promete contar várias histórias, já que ela será composta por cinco volumes.

Intitulada Edge of Spiderverse #1, a minissérie de HQs chega às bancas no mês de agosto.

Advogado explica até quando a Sony terá direito nos personagens do Aranhaverso

publicidade

O advogado Paul Sark, que já trabalhou para a Marvel falou, em entrevista ao ComicBook que todos os personagens que venham a ser criados no universo do Homem-Aranha pertencem à Sony caso o estúdio deseje adaptá-los às telas.

“Eu acredito que o conceito é que o universo do Homem-Aranha é qualquer coisa que apareça na publicação dos quadrinhos. Assim, esses personagens se tornam propriedades dos filmes.”, disse ele.

“Então pense nisso como se houvesse uma vantagem em ter continuidade. Quadrinhos não são estáticos, certo? E é isso que os fãs adoram, certo? Que as coisas evoluam, as histórias evoluam. Então se você criar personagens novos e interessantes nos quadrinhos, a Sony, acredito, tem o direito de explorá-los em seus filmes se eles forem do universo do Homem-Aranha.”, afirmou.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›