Amber Heard é acusada de vender vídeo de Johnny Depp a site de fofoca

Além disso, a atriz foi acusada de vazar também o vídeo onde é mostrado uma discussão na cozinha

publicidade

De acordo com o site Radar Online, a advogada de Johnny Depp acusou Amber Heard de vazar sua ordem de restrição de violência doméstica e o infame vídeo de briga de cozinha durante o segundo dia de interrogatório.

A atriz conhecida por interpretar Mera em Aquaman não apenas negou as acusações, mas também virou a mesa contra o ex-marido.

publicidade

“Você escorregou lá em cima, não foi, Sra. Heard?” a advogada de Depp, Camille Vasquez, perguntou na terça-feira (17) depois de mostrar ao júri um vídeo do depoimento de Heard feito anos atrás, no qual ela parecia se atrapalhar em suas palavras.

“Você deixou escapar que o TMZ foi alertado sobre o seu pedido de ordem de restrição por violência doméstica, não foi?”, Vasquez provocou.

“Eu discordo. Não é disso que estou falando”, respondeu Heard.

“O TMZ é o mesmo que você divulgou o vídeo do Sr. Depp atacando os armários da cozinha no dia anterior ao depoimento, não foi? O TMZ detém os direitos autorais desse vídeo agora, não é?”, continuou a advogada de Depp.

publicidade

Heard afirmou que ela “não fez isso” e “não saberia como”, deixando Vasquez questionar: “Eles pagaram por isso?”

A ex-mulher de Depp bastante incomodada com as acusações, dizendo ao júri com uma expressão séria: “Nunca fui paga por isso porque não tive nada a ver com isso”.

publicidade

Heard então afirmou que, se ela quisesse vazar coisas sobre Depp, ela teria outras maneiras “mais bem-sucedidas” de fazer isso.

Quando o interrogatório terminou, o advogado de Heard tentou usar acusações a favor da atriz. Perguntando se ela tinha ligações com o TMZ, Heard afirmou que Depp disse a ela que sua advogada de divórcio, Laura Wasser, tinha ligações com o tablóide.

Wasser foi contratado por vários clientes importantes, incluindo Kim Kardashian, Britney Spears, Angelina Jolie entre outros.

publicidade
Johnny Depp em tribunal
Johnny Depp em tribunal (Reprodução/ YouTube)

O TMZ não apenas obteve o vídeo da cozinha com exclusividade, mas também publicou fotos do rosto machucado de Heard, junto com a história exclusiva sobre seu pedido de ordem de restrição.

Depp negou ter sido violento com Heard, alegando que ela era a agressora.

publicidade

Durante o depoimento de Heard, ela também alegou que as fotos de sua lua de mel, que mostravam Depp com um olho roxo, eram falsas. A atriz ainda alegou que as fotos da lesão de Depp foram photoshopadas.

A luta entre Heard e Depp nos tribunais sobre acusações de difamação ocorre há semanas.

Depp a processou em US$ 50 milhões por um artigo que ela escreveu em 2018, alegando que ela era uma sobrevivente de abuso doméstico. Ele alegou que foi retirado de papéis no cinema, incluindo Piratas do Caribe 6, por causa de suas alegações “falsas”.

publicidade

Por sua vez, Heard processou seu ex-marido por US$ 100 milhões, alegando que ele estava tentando manchar sua reputação.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›